20.12.06

A primeira visita dos Beatles aos EUA

Paul com a família do sargento Buddy Bresner


Ainda que as câmeras dos irmãos Albert e David Maysles tenham registrado todos os passos dos Beatles nos quatorze dias que duraram a sua primeira e histórica visita aos Estados Unidos, em fevereiro de 1964, como o primeiro grupo inglês a fazer sucesso na terra natal do rock, muitos fatos interessantes e personagens importantes ficaram em segundo plano. Relatarei alguns a seguir.

Durante o vôo entre Londres e Nova Iorque, em 7 de fevereiro, dia da chegada dos Beatles aos Estados Unidos, empresários enviavam bilhetinhos para Brian Epstein, tentando conquistar o interesse do empresário dos Beatles, a fim de associar o nome de seus negócios ao nome do grupo. Tentativas fracassadas. Epstein desprezou todos os recados. Ao desembarcar da aeronave da Pan American, cada passageiro ganhou de presente um kit Beatle, uma cortesia da gravadora Capitol, que continha uma foto autografada pelos quatro Beatles, um adesivo com a frase "I like the Beatles" e uma peruca Beatle. Era a primeira vez que Cynthia aparecia publicamente como mulher de John Lennon.

Na manhã do dia seguinte, 8 de fevereiro, John, Paul e Ringo realizaram uma sessão de fotos no Central Park com o fotógrafo Dezo Hoffman. George Harrison ficou no Plaza Hotel por causa de uma dor de garganta. Sua irmã, Louise, que mora ainda hoje na pequena cidade de Benton, viajou até Nova Iorque para cuidar do irmão caçula. No início da tarde, os Beatles fazem, sem a presença de Harrison que foi substituído por Neil Aspinall, assistente pessoal do quarteto, o primeiro ensaio para primeira apresentação deles no programa de TV "The Ed Sullivan Show", no dia 9 de fevereiro. Durante toda a estadia dos Beatles nos Estados Unidos, coube ao DJ Murray the K guiá-los pelas boates da moda de Nova Iorque e de Miami. Eles conheceram a Peppermint Lounge, a de Nova Iorque e a de Miami, e também, o Playboy Club, de Nova Iorque. Indagado por um repórter em Washington sobre “que diabos Murray the K está fazendo aqui?”, George Harrison respondeu: “Murrray é o quinto beatle”. O DJ começou a usar o título de “quinto beatle” em suas intervenções na Rádio 1010 WINS, o que irritou Brian Epstein à primeira vista, mas, posteriormente, ele entendeu que isso ajudaria ainda mais a promover os Beatles. Nos dois shows que os Beatles realizaram no Carnegie Hall, em Nova Iorque, no dia 12 de fevereiro, Murray the K fez as honras da casa antes do show do quarteto.

Devido a uma tempestade de neve, os Beatles acharam melhor viajar de trem para Washington, onde eles subiram no palco pela primeira vez em território americano, no dia 11 de fevereiro, no Washington Coliseum. O mau tempo fez com que eles se lembrassem do acidente aéreo que matou o roqueiro texano Buddy Holly, seis anos antes, mais precisamente, no dia 3 de fevereiro de 1959. Holly era uma das maiores influências deles, sobretudo de John e Paul. Em Washington, o grupo e sua equipe de funcionários se hospedaram no Shoreham Hotel, onde o sétimo andar inteiro fora reservado exclusivamente para eles. Todos os hóspedes do andar concordaram em se mudar para outro andar, com exceção de uma família, que se negou a sair. Então, um integrante da equipe dos Beatles teve uma idéia: cortou a luz, a água e o aquecimento do apartamento da distinta família. Aí eles se viram obrigados a aceitar a transferência de andar por conta “da queda de energia”.

Em Miami, o grupo fez a sua segunda apresentação ao vivo no programa de TV de Ed Sullivan, no dia 16 de fevereiro, no próprio Deauville Hotel, onde estavam hospedados. O sargento Buddy Bresner, especialista em cuidar da guarda pessoal de artistas, acompanhou os Beatles pela cidade e até os convidou para um jantar em sua casa, no dia 14 de fevereiro, ao lado de sua mulher, Dottie, e seus três filhos pequenos. A paciência e o carinho de Paul McCartney com as crianças foi espantosa, porque elas não o largaram por um segundo. O sargento levou os Beatles, entre outros lugares, a um drive-in para assistir o filme "Fun In Acapulco", de Elvis Presley. No dia 18 de fevereiro, os rapazes de Liverpool conheceram o boxeador Cassius Clay (que quando se converteu ao islamismo, passou a se chamar Muhammad Ali) no centro de treinamento, no qual ele se preparava para lutar contra Sonny Liston pouco dias depois. Clay venceu o duelo e, pela primeira vez, conquistava o cinturão da categoria dos pesos pesados. Após o encontro com os Beatles, Cassius Clay comentou: “Eles são legais, camaradas. O sucesso não subiu a cabeça deles.” Os Beatles passaram uma semana em Miami, de 13 a 21 de fevereiro, dia em que retornaram para Londres.


*******************************************************************************************************





















A gravadora Restless Records lança, a 24 de outubro de 2006, "Butchering The Beatles", um CD com nomes consagrados do heavy metal interpretando doze canções dos Beatles. Elas evidentemente ganharam uma roupagem mais pesada. Podemos ouvir Alice Cooper atacando em "Hey Buldog", Billy Idol em "Tomorrow Never Knows", John Bush (do Anthrax) em "I Feel Fine", John Corabi (do Motlley Crue) em "I Saw Her Standing There", entre outros. Todos eles são acompanhados nas gravações por outros grandes músicos do heavy metal. Este tributo dos metaleiros aos Beatles foi produzido pelo guitarrista Bob Kulick e pelo engenheiro Brett Chassen.

Guitarrista do grupo Strokes, Albert Hammond Jr. lança o seu primeiro álbum solo. "Your To Keep" conta com dez faixas e chega às lojas no dia 9 de outubro de 2006. Sean Lennon é um dos convidados especiais que participam do álbum do guitarrista.