22.8.09

POBRE BOB DYLAN

Sábado, 23 de julho de 2009. Bob Dylan foi confundido com um mendigo na cidade de Long Branch, no Estado de Nova Jersey, EUA. O episódio, porém, só ganhou destaque na imprensa internacional, quase um mês depois, no dia 15 de agosto. Chovia forte, quando o músico resolveu fazer sozinho uma caminhada. (Imagine, cara leitora e caro leitor, o bardo do rock com o seu visual característico: o cabelo alvoroçado e a barba por fazer debaixo de um temporal.) Ele deixou o seu trailer, que se encontrava estacionado próximo aos ônibus que transportavam a equipe de sua atual turnê, além de seus músicos. Nesse mesmo dia, ele faria um show na cidade, mas antes disso, houve o imbróglio.
No trajeto de sua caminhada, ao ver uma casa, onde havia escrito em uma placa “Vende-se”, Bob Dylan entrou no imóvel sem avisar ninguém. A invasão assustou os moradores da residência, que chamaram a polícia. “Um homem velho excêntrico”, assim foi descrito o sujeito ao telefone por um dos moradores.
Kristie Buble, uma policial, de 24 anos, fazia uma ronda perto do local e rapidamente chegou ao endereço. Abordado pela policial, o veterano do rock, de 68 anos, contou que procurava uma casa para comprar. Quando ele se identificou e disse a ela que o seu nome era Bob Dylan, a jovem autoridade não acreditou, achando que fosse uma brincadeira. Kristie decidiu, então, entrar no jogo do “falso Bob Dylan”.
- OK, Bob, então diga o que você está fazendo nessas redondezas?
Dylan prontamente respondeu:
- Estou fazendo uma turnê por aqui, junto com o Willie Nelson e o John Mellemcamp.
Foi, nesse exato momento, que ela o deteve por atitude suspeita. O mal entendido acabou sendo esclarecido na delegacia.
Em uma entrevista à rede TV ABC, a policial explicou que “ele estava rondando uma casa sob uma chuva torrencial. Isso é muito estranho”. Kristie Buble afirmou ainda que já tinha visto fotos de Bob Dylan, mas “aquele homem não se parecia nem um pouco com ele”. A ABC também informou que o cantor poderia estar tentando achar a casa onde Bruce Springsteen, que nasceu em Long Branch, compôs “Born to Run”, faixa-título de seu álbum, de 1975.
Atualmente, em turnê pelos EUA, Bob Dylan promove o seu mais recente álbum de estúdio, “Together Trough Life”, lançado em abril de 2009. Foi o seu primeiro trabalho a alcançar o número um na parada britânica de discos, após trinta e nove anos de jejum, quando “New Morning”, de 1970, chegou também ao topo no Reino Unido. Com isso, o “homem velho excêntrico” conseguiu um feito duplo: o primeiro, o de ser o artista mais velho a atingir essa posição. Na época, Dylan tinha 67 anos e 11 meses. Até então, o posto era de Neil Diamond, que, em 2008, lançou “Home Before Dark” e estava com 67 anos e 4 meses.
O segundo, o seu álbum, “Together Trough Life”, lhe deu a marca de álbuns com maior distância entre si a conquistarem o lugar mais alto na parada inglesa. (Trinta e nove anos, conforme mencionado acima). Este recorde pertencia a Tom Jones, que ficou trinta e um anos, entre 1968 e 1999, sem ocupar a primeira posição. Em 1968, com “Delilah” e, em 1999, com “Reload”.